:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor


Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     LITERATURA
Tecnologia, medo e fascinação

Cibercultura – Tecnologia e vida social na cultura contemporânea, de André Lemos, 2ª edição, 295 pp., Editora Meridional/Sulina (www.editorasulina.com.br), Porto Alegre, 2004; R$ 42,00

[do release da editora]

Este livro é fruto de um incômodo pessoal que se traduz pela necessidade de compreender o fenômeno técnico. Este incômodo vem da mistura de medo e fascinação que as novas tecnologias exercem sobre as pessoas.

Neste trabalho, são analisados os impactos das novas tecnologias na sociedade contemporânea, através da descrição da nova cultura tecnológica planetária: a cibercultura. O ciberespaço permitiu, ao autor, ver, em imagem e a cores, os espectros da cibercultura. A Internet já é hoje, em 2000, um fenômeno hegemônico, embora ainda minoritário. Em breve, ela será percebida como uma infra-estrutura banal, como as de redes de água, luz ou telefone.

Segundo Pierre Lévy, o livro de André Lemos sobre a cibercultura rompe com a produção contemporânea em filosofia e em ciências sociais através de uma abordagem aberta e "vitalista". Lemos tem o grande mérito de não confundir a inteligência com a crítica sistemática. Ele reconhece a cibercultura como uma manifestação da vitalidade social contemporânea e a analisa como tal.

André Lemos, como um viajante que deve pegar uma determinada estrada, tomou a rota da cultura eletrônica de rua. Foi ao encontro dos hackers, dos tecnoanarquistas, dos profissionais de informática, dos publicitários, dos sociólogos, dos artistas e dos jornalistas.

O objetivo do livro é escutar a vida social que fala através do barulho maquínico e eletrônico da tecnologia contemporânea.


fonte: www.observatorio.com.br