:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor


Alberto Cataldi
Fernando Fogliano
Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     ENTREVISTA

Conheça o músico e o trabalho de Flávio Barba


divulgação Por Nilza Lopes

Flávio Barba é natural da cidade de Santo André (SP), formado pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul, tem em seu currículo trabalhos nos mais variados estilos, trabalhando com bandas e artistas do meio alternativo e do cenário musical, como o Quarteto Jacarandá, Consuelo de Paula, Tuca Fernandes, Reynaldo Bessa, entre outros. O resultado de toda essa experiência foi a concepção de seu primeiro trabalho solo, o cd Passagens, que mostra todo o seu ecletismo musical, onde suas composições vão do baião ao jazz com muito estilo e naturalidade.


Wooz - Flávio onde você nasceu, cresceu e mora atualmente?

Flávio - Nasci, cresci e moro em Santo André .


Wooz - Para o público que não o conhece, quem é Flávio Barba e como você define o seu trabalho?

Flávio - Defino Flavio Barba como alguém que tem como objetivo divulgar e valorizar a música e o músico brasileiro, e o meu trabalho é um resultado de misturas musicais que venho desenvolvendo nestes dez anos de carreira, são varias influências que resultam neste primeiro disco solo de música instrumental brasileira.


Wooz - Como foi seu início na música?

Flávio - Comecei aos dez anos de idade tocando violão por influência dos discos que meus pais ouviam, entre os quais eram Beatles, Rolling Stones, Dire Straits, Eric Clapton, Gilberto Gil e Tom Jobim.


Wooz - Por que a escolha do violão?

Flávio - Na época a guitarra era um instrumento muito caro, difícil de se encontrar e as guitarras nacionais eram de pouca qualidade, mas após alguns anos tive acesso a guitarra, que hoje é meu instrumento de formação.


Wooz - Quais os compositores que despertam mais o seu interesse, ou mesmo influenciam o seu trabalho?

Flávio - Tom Jobim, Pixinguinha, Garoto, George Benson, Pat Metheny, Chick Corea, Joe Pass, Ernie Watts, John Coltrani, Charlie Parker e Miles Davis.


Wooz - Está envolvido em algum projeto atualmente?

Flávio - Venho trabalhando na divulgação do CD Passagens e também desenvolvo um trabalho com o saxofonista Elias Maria, no qual tocamos clássicos do Jazz e do Choro.


Wooz - Em seus trabalhos anteriores existe algum que tenha uma importância especial?

Flávio - Todos eles tem sua importância, já que um trabalho nunca é igual ao outro e nem os artistas que acompanhei são os mesmos, como por exemplo em um, toquei viola e guitarra, em outro violão e bandolim, outros só voz e violão , tornando cada um especial para cada momento.


Wooz - Você também é professor de música, existe algum possível talento entre seus alunos?

Flávio - Os talentos sempre existem, mas há uma grande preocupação por parte dos pais de que se deve ter uma profissão que teoricamente seja bem remunerada, ou com mais valor social, por isso muitas vezes não permitem que seus filhos desenvolvam o lado artístico, apresentando assim seus talentos.


Wooz - Qual o repertório do seu show na próxima sexta-feira (08/10) em Santo André?

Flávio - Vou tocar músicas do CD Passagens, como: Copacabana, Rio Novo, Pra Você, Passagens e também clássicos da música brasileira e do Jazz.


Wooz - Existe algo que não foi perguntado e que você gostaria de acrescentar?

Flávio - Não, mas aproveito a oportunidade de agradecer e parabenizar este espaço que valoriza os artistas independentes e deixo o endereço do meu site www.flaviobarba.com.br, para visitas e o e-mail barbaflavio@yahoo.com.br, para contatos e compra de CDs .