:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor


Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     CULTURA
Gil lançou em São Paulo fundo de pensão para os trabalhadores da área cultural

Por Liésio Pereira
Repórter da Agência Brasil

Os trabalhadores do setor cultural passam a contar agora com os benefícios de um fundo de pensão: o CulturaPrev. O lançamento foi feito no dia 19/10, em São Paulo, pelo ministro da Cultura, Gilberto Gil. Segundo ele, o fundo atende ao anseio da categoria e promove equiparação com os outros trabalhadores.

“Ao longo do tempo, os trabalhadores de cultura ficaram sempre meio fora desse ‘guarda chuva’ do trabalhismo, da previdência, essas coisas todas. Agora, o momento histórico está exigindo que eles venham em busca dessas mesmas condições dos outros trabalhadores”, disse o ministro.

“Houve uma demanda muito clara feita por eles (trabalhadores de cultura) no sentido de que o Ministério da Cultura intermediasse a criação de um abrigo, um ‘guarda chuva’ previdenciário para o setor”, acrescentou.

O CulturaPrev é fruto de parceria entre os ministérios da Cultura e da Previdência Social. Podem aderir trabalhadores de cultura que estejam organizados em sindicatos, associações e cooperativas. O CulturaPrev será administrado pela Fundação Petrobrás de Seguridade Social (Petros), segundo maior fundo de pensão do país.

Segundo o ministro, outra característica importante do projeto é que ele deverá fortalecer a classe artística, que será estimulada a integrar associações de classe. “É de se esperar que uma iniciativa como essa fortaleça a dimensão associativa dos artistas”, ressaltou.


Fonte: Radiobras