:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor



Alberto Cataldi
Eliana Caminada
Fernando Fogliano
Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     COLUNA POP-UP

01/07/05


É uma honra


Por Alberto Cataldi*

O cedê novo do Foo Fighters já saiu e pegou todo mundo de surpresa. A gente já sabia que ia ser duplo, um com rock pesado, outro com baladas pessoais. O que ninguém desconfiava era que o rock ia ser tão pesado e que as baladas iam ser tão pessoais.

divulgação "In Your Honor" deve ser o álbum que reúne a maior quantidade de boas músicas da banda. Sintetiza ao longo de 20 faixas - 10 em cada um - um pouco de tudo o que a eles já fizeram. Você talvez sinta falta das canções mais animadinhas e bem-humoradas, aqueles hits instantâneos como "Learn To Fly" e "Generator", mas tudo bem. O FF deste álbum é mais direto, mais elaborado, mais let's rock'n roll do que antes. Era o mínimo que podia acontecer depois de Dave Grohl participar de discos de Queens Of The Stone Age, Nine Inch Nails e mais um monte aí. E ele é um cara antenado, não poderia ignorar bandas como Green Day, que vão se reinventando muito bem, obrigado.

Foo Fighters O mais surpreendente não está nas guitarras altas e distorcidas, ou no violão que lembra, em muitos momentos, bossa nova. Nem nos gritos desesperados de Dave Grohl, que parece exorcizar um sentimento a cada minuto... As faixas são grandiosas por serem incrivelmente pessoais. Ultrapassando a mediocridade de Audioslave e suas músicas "auto-ajuda", "In Your Honor" é recheado de canções com mensagens diretas, mas sem pieguismo. Ouvir o refrão "Is someone getting the best of you?" ("há alguém tirando o melhor de você?"), da "Best of You", convence muito mais pelos gritos arranhados de Grohl do que a voz enjoativa de Chris Cornell consegue convencer em todo um álbum.

Vai ser bacana ver pessoas nos shows, cantando a letra de "The Last Song", claramente escrita para alguém específico na vida do vocalista, mas legal o bastante para deixar uma platéia aos pulos. Pop é isso.

Mas nem tudo são rosas. Com certeza este é o melhor cedê da banda, mas não por ser como é. Confuso? Explico, o que todo mundo desconfiava desde o anúncio de um álbum duplo ficou óbvio logo na primeira escutada: Separando o hard do soft de forma tão direta, o resultado pode ficar meio cansativo. Enquanto a parte pesada é pesada sem parar, a parte calma é calma demais. Não se enganem, há uma unicidade. Em nenhum momento os discos parecem de dois grupos nada a ver entre si. Porém, com eles separados como estão, é inevitável o FF parecer duas bandas diferentes.

Não vão faltar pessoas escolhendo qual Foo Fighters é melhor, o que é uma pena. Teria funcionado muito melhor se fosse tudo um discão só, de verdade.

Quer minha dica? Baixe tudo para o computador, dá um shufle e escuta na ordem que cair. Calmaria e tempestade, tudo junto. Foo Fighters sempre funcionou melhor assim.


Três acordes: Live 8 pra todo (e em todo) mundo divulgação

@ A MTV brasileira vai exibir amanhã, na íntegra, as 12 horas do Live 8 que acontece em Londres, Inglaterra. Muito legal, pois será o melhor dos 10 palcos espalhados pelo mundo. Vai contar com apresentações de U2, Coldplay, The Cure, Bob Geldof, REM, The Killers, Madonna... Sem contar que entrarão flashes ao vivo dos outros shows, como Pink Floyd, Placebo, Björk, Brian Wilson...


Richard Ashcroft @ Está confirmado: Richard Ashcroft, vocalista da finada banda The Verve fará uma participação no show do Coldplay amanhã. Juntos eles vão cantar "Bitter Sweet Symphony" e, talvez, outras coisinhas mais. E certamente essa vai ser só uma das dezenas de participações especiais ao longo do dia.


@ Você poderá acompanhar o mega-festival também via internet. Basta ir ao site da AOL Brasil clicando aqui e escolher o país que quer assistir, ao vivo. É aconselhável banda larga, já que a disputa por uma conexão na página será a unha.

Isso é tudo por essa semana.

Ouça trechinhos das músicas, veja clipes e tudo mais sobre FF no site deles, aqui.

Até mais. E vocês, fãs da série LOST, não esqueçam... 4, 8, 15, 16, 23, 42. Oh, não!





*Alberto Cataldi, 20 anos, é paulista, estudante e estagiário de jornalismo. Aprendeu a gostar de música com o U2, de cinema com De Volta Para o Futuro e de literatura com quadrinhos do Batman. Escreve na Wooz sobre música e cultura pop, e acha isso muito divertido. Não gosta de fazer listas de coisas preferidas, porque sempre esquece alguma importante, e isso o deixa transtornado.