:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor



Alberto Cataldi
Fernando Fogliano
Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     CULTURA

Primeira etapa começa em julho, com mostras e oficinas em quatro cidades

Núcleo principal do projeto será em outubro, em Ouro Preto, com realização da Mostra Internacional e de Seminário, enfocando as produções contemporâneas da Índia e dos estados do Rio Grande do Sul e de Minas Gerais, além de promover oficinas de capacitação profissional.

Um panorama da recente produção audiovisual mineira e oficinas específicas para a prática do jornalismo cultural. Essas duas vertentes compõem a primeira fase de realização do IMAGEM DOS POVOS 2006. O projeto cultural terá a programação deste ano aberta com a realização de Mostras e Oficinas Itinerantes por quatro cidades do interior de Minas Gerais: Itabira, São João Del Rei, Conselheiro Lafaiete e Ipatinga. A terra natal de Carlos Drumonnd de Andrade será a primeira a receber as ações desse projeto, cuja filosofia é expandir e democratizar os conceitos e os meios que evolvem a realização e a difusão dos bens audiovisuais.

Neste primeiro momento, o Imagem dos Povos será itinerante e contemplará a realização de oficinas e a exibição de filmes. A Oficina de Jornalismo Cultural é voltada para profissionais das emissoras de TV locais e estudantes dos cursos de comunicação. "A idéia é oferecer às equipes das emissoras locais e regionais ferramentas para avaliar, incrementar e desenvolver seu jornalismo cultural com profissionais experientes na área discutindo conceitos, apresentando modelos e propondo diretrizes para implementar novos paradigmas e posturas", pontua Adyr Assumpção, idealizador e coordenador geral do projeto, ao lado de Tâmara Braga Ribeiro.

Na avaliação de Tâmara Braga, a importância desse curso está, sobretudo, no aprimoramento desses profissionais. "A relevância reside no possível crescimento quantitativo de pequenas emissoras, a partir da digitalização do sistema televisivo brasileiro, e na obsolescência do modelo adotado por essas tevês regionais, que se baseia no padrão das grandes redes do país, sem que, no entanto, haja recursos para segui-lo", argumenta. Ao todo, serão ministradas 16 horas/aula que resultarão na confecção de programas apropriados para veiculação na rede estadual de televisão. A curadoria das oficinas é assinada por Kiko Ferreira. As aulas ficam a cargo de Nélio Costa e Chico de Paula, que recebem os convidados Nísio Teixeira, Guilherme Rezende e Israel do Vale.

Outra vertente das oficinas do Imagem dos Povos está sendo desenvolvida em Belo Horizonte, em parceria com o projeto Telemig Celular arte.mov - Festival Internacional de Arte em Mídias Móveis que, além de festival competitivo e mostras, traz também ações voltadas para a formação e a capacitação. Por meio da parceria, na capital mineira são realizadas oficinas de microcinema, cujo objetivo é estimular estudantes e interessados no audiovisual a produzirem conteúdos para telefones celulares e mídias móveis.

Paralela às oficinas será apresentado ao público um programa condensado da seleção do audiovisual mineira. Destaque para os longas-metragens "A Alma do Osso", de Cao Guimarães, "Samba Canção", de Rafael Conde e "Depois daquele baile", de Roberto Bontempo. Detalhe: todos os filmes a serem exibidos são produções mineiras. A curadoria da Mostra Minas é assinada pelos cineastas Rafael Conde e Eduardo de Jesus, que apontam a diversidade o elemento principal do cinema brasileiro contemporâneo feito em Minas Gerais. "Diversidade temática, com filmes que abordam diferentes ângulos do homem, de sua história e relações. Diversidade de gêneros, da ficção ao documentário passando pela animação e pelo experimental - com uma demarcação de limites nem sempre precisa, vale ressaltar. E finalmente, a diversidade de técnica, onde os formatos, tecnologias e processos se encontram abraçando e criando novas possibilidades para o audiovisual", assinalam os curadores.

Em Itabira, o Imagem dos Povos acontece de 14 a 16 de julho. Em São João Del Rei entre os dias de 19 a 21 de julho. Já em Conselheiro Lafaiete a programação do projeto cultural será realizada de no período de 28 a 30 de julho. O Imagem dos Povos chegará em Ipatinga em agosto. A data será divulgada oportunamente. Toda a programação do projeto é totalmente gratuita e aberta ao público. Informações no site oficial do evento www.imagemdospovos.com.br .


O Imagem dos Povos

O núcleo principal do Imagem dos Povos será realizado em Ouro Preto entre os dias 23 e 29 de outubro deste ano. A programação abrange a Mostra Internacional voltada para a recente produção audiovisual de um estado brasileiro (Rio Grande do Sul) e de um país convidado (Índia); o Seminário Internacional com a exposição de temas estratégicos vinculados às formas contemporâneas de criação, disseminação e distribuição no segmento; e as Oficinas de aperfeiçoamento para a capacitação de profissionais do setor. O projeto está em seu segundo ano de execução e conta com a apresentação da Telemig Celular e a Cemig.

O foco principal do Imagem dos Povos é proporcionar incremento à atividade audiovisual em Minas Gerais. A partir de diversas ações continuadas de democratização e desenvolvimento dos meios de produção, o projeto busca apresentar e proporcionar novas formas de realização e de difusão, tendo em vista o contexto regional e as transformações tecnológicas do setor.


www.imagemdospovos.com.br