:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor


Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     CULTURA

"São Paulo é o mundo todo"


Em 450 anos de História, São Paulo ilustra com perfeição a frase do Darcy Ribeiro, quando este afirma que de um ponto de vista genético "O Brasil é o maior laboratório da humanidade". Referindo-se à megalópole propriamente dita, o famoso antropólogo observa que "Olhando com atenção seus bairros e sua gente é possível perceber todas as contradições do país".

Este ano, ao parafrasear Caetano Veloso com o tema "São Paulo é o mundo todo" a 9ª edição da tradicional Feira de Artes da Vila Mariana, promovida pelo Centro Cultural da Vila Mariana, ultrapassa seu objetivo de promover manifestações culturais e faz uma bela homenagem aos imigrantes que, desde 1827 vêem contribuindo de maneira decisiva ao desenvolvimento da capital. Este evento anual, que nesta edição acontece no dia 5 de dezembro das 10 às 22 horas, na rua Sena Madureira, 1.100, foi oficialmente incluído no calendário das comemorações dos 450 anos de São Paulo. Logo, como o tema mesmo sugere, a festa será muito mais que um ponto de encontro da comunidade. Além da grande variedade de expressões artísticas às quais estamos habituados, os organizadores do evento abrem novos espaços, nos permitindo descobrir outras culturas através de grupos de dança folclórica da Lituânia, da Itália e da Rússia. O Grupo de Dança Ganesha nos apresentará seu espetáculo Imagens do Oriente, que reúne vários estilos orientais, buscando a essência de cada um, mostrando a origem e as influências que sofreram no decorrer do tempo. Trata-se dos povos Ciganos, Beduínos e Nômades do deserto. Serão vários tipos de danças: Dança Cigana, Dança Folclórica Bengala, Dança do Ventre, do folclore árabe e Dança Indiana Contemporânea. O todo orquestrado pelo coreógrafo e professor Ally Rauff.

Em parceira com a Casa de Instrumentos Contemporânea, foi criado o Espaço Contemporânea oferecendo programação de Chorinho e Samba e fazendo homenagem ao cantor e compositor Ney Mesquita, que faleceu em agosto de 2004. Mundialmente conhecida, esta marca de instrumentos tem o mérito apoiar distintas comunidades em projetos relacionados à música e o orgulho de se preocupar com o Meio Ambiente, utilizando somente produtos recicláveis e madeiras de empresas que fazem parte do programa de reflorestamento nacional.

A música que sempre ocupou um lugar importante na programação das Feiras de Artes, este ano vem acompanhada de vários grupos de danças folclóricas. Nos três palcos que figuram todo ano, poderemos continuar descobrindo novos talentos, mas também apreciar o trabalho de alunos, como o do grupo do Centro Experimental de Música - SESC Consolação que traz o espetáculo "Todos os Blues", cujo objetivo é abordar as várias tendências musicais que derivam do Blues : Blue funk, Rythm'n blues e o Blue Jazz, sob a orientação do Professor Bob Souza.

Tendo sempre como linha de frente o desejo de divulgar obras de arte representativas do acervo cultural de nossa cidade, o Centro Cultural da Vila Mariana não podia deixar de associar-se a artistas de renome como o Paulo Caruso. Efetivamente, é tirado do seu livro "São Paulo por Paulo Caruso", editado pela MM Comunicação em novembro de 2003, a imagem que serviu como arte para o cartaz da Feira.

A criançada não poderia estar ausente da festa. Com o playground, tobogã, o pula-pula e o fantástico ambiente de alegria orquestrado pelos palhaços e mágicos, haverá entre outras atrações, o Ônibus Brincalhão. Este ônibus-brinquedoteca, que geralmente percorre a cidade levando o lazer para todos, tem como missão resgatar o direito da criança brincar. Além de se divertir, as crianças terão desta vez a ocasião de exercitar sua imaginação e criatividade, aprendendo a se socializar e explorando suas potencialidades. Exemplo disto é a participação da grife de brinquedos educativos "Pingo no i" que vai montar uma pequena marcenaria onde a garotada vai aprender a fazer seu próprio brinquedo.

A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação também oferece diversas oficinas onde as crianças poderão fabricar pipas, fazer esculturas de argila e sucata.

Parceiro fiel ao evento a UNIFAI ( Centro Universitário Assunção) promete trazer novamente sua concorrida oficina de arte.

Outra parceria importante foi firmada com Sindicato dos Artistas Plásticos do Estado de São Paulo que promete trazer ao evento uma mostra seleta de artistas dos mais diversos estilos.

Para participar do evento o interessado deve entrar em contato com o Centro Cultural Vila Mariana na rua Gandavo, 110 sala 03, pelo Tel.: 5571-5582/5575-1238
E-mail: feirasdeartesmariana@yahoo.com.br