:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor



Alberto Cataldi
Fernando Fogliano
Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     CULTURA

V Encontro de Culturas Tradicionais da
Chapada dos Veadeiros


Quinta edição do Encontro de Culturas Tradicionais conta com o apoio do MinC por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura

Belas paisagens, cachoeiras e manifestações culturais populares tais como a Catira, o Congo, a Curraleira, a Sussa e o Batuque estarão reunidos no V Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, que acontece entre os dias 23 e 30 de julho, no povoado de São Jorge, município de Alto Paraíso, Goiás. Realizado anualmente, a iniciativa tem o apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.

A pequena Vila de ex- garimpeiros receberá mais de 40 grupos de música e dança, artistas populares da região e de outros estados.

Durante o evento haverá shows, oficinas de teatro, circo, mamulengo e dança. Além de debates sobre a cultura, meio ambiente e assuntos relacionados às questões socio-culturais. As atividades são todas gratuitas.

Em edições passadas, compareceram ao encontro diversas personalidades do meio artístico cultural brasileiro como os músicos Naná Vasconcelos, Hermeto Pascoal, Carlos Malta e Roberto Corrêa, entre outros.


Como começou

O Encontro de Culturas Tradicionais nasceu da necessidade de se criar um espaço público para usufruto da comunidade, no qual o exercício da cidadania de grupos minoritários seja possível, orientando-os na defesa dos seguintes valores: qualidade de vida, proteção do meio ambiente e preservação de suas referências culturais.


Objetivos

Preservar as tradições culturas, promover um encontro das tradições culturais de todo país, registrá-las e mapeá-las. Dessa forma uma coleta de dados e imagens posteriormente farão parte do reconhecimento dessas manifestações como, por exemplo, o Patrimônio Imaterial Brasileiro. Além de difundir a arte brasileira e torná-la um instrumento de reflexão e inclusão social


Oficinas

Lúdicas e artísticas como as de papel reciclado, brinquedos alternativos, teatro de bonecos, perna de pau, produção de pães, confecção de máscaras, dentre outras. Tais atividades são ensinadas por artistas e educadores de Brasília e Goiânia e por professores e artesãos locais.

O objetivo é estimular a valorização da cultura tradicional entre a população, proporcionando momentos lúdicos às crianças e opções de entretenimento e aprendizado para a comunidade local.

As atividades são realizadas na Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge e no Galpão da Praça do povoado. Este ano, o Encontro traz Chico Simões e Doroty Marques para realizar oficinas com maior duração, voltadas especialmente para a comunidade local. Doroty Marques, musicista e também arte-educadora, fará uma montagem musical com as crianças da comunidade de São Jorge e Alto Paraíso, iniciando sua oficina dois meses antes do Encontro. O resultado do trabalho com as comunidades será mostrado no palco, juntamente com as outras atrações artísticas.

Mais informações no site www.cavaleirodejorge.com.br .

Contatos: (61) 3201-8580 - Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge ou cavaleirodejorge@hotmail.com


(Marcelo Lucena) (Assessoria de Comunicação Social do MinC) publicado por Assessoria de Comunicação Social