:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor


Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     CINEMA

A Working Title anuncia escalação final e início das filmagens de PRIDE AND PREJUDICE

A Working Title entra no mundo do século XIX de Jane Austen para montar a nova versão cinematográfica do romance Orgulho e Preconceito. O filme, que será todo rodado em locações pela Inglaterra, teve as filmagens iniciadas no final de julho. PRIDE AND PREJUDICE (ainda sem título em português) é estrelado por Keira Knightley, Matthew Macfadyen, Brenda Blethyn, Donald Sutherland, Rosamund Pike, Jena Malone, Tom Hollander, Penelope Wilton e Judi Dench. Dirigido por Joe Wright e adaptado por Deborah Moggach do romance de Jane Austen, o filme é produzido por Tim Bevan e Eric Fellner, para a Working Title Films, e Paul Webster. A previsão da equipe é que as filmagens sejam concluídas em outubro.

Fiel ao cenário e época do romance original, que se passa numa Inglaterra bem delimitada por classes sociais do final do século XVIII, PRIDE AND PREJUDICE acompanha as aventuras das cinco irmãs Bennet, incluindo a determinada primogênita Lizzie (Keira Knightley) e a caçula Lydia (Jena Malone), em suas tentativas de encontrar maridos. Quando um novo solteiro rico e seu grupo de amigos sofisticados instalam-se numa mansão vizinha para as férias de verão, as meninas Bennet se animam com a possibilidade de novos pretendentes. Mas quando Lizzie conhece o belo e esnobe Sr. Darcy (Matthew Macfadyen), o que parecia ser inicialmente uma combinação perfeita, se torna rapidamente uma das mais clássicas batalhas entre os sexos já apresentadas na literatura.

PRIDE AND PREJUDICE marca a estréia no cinema do diretor Joe Wright, cujo recente drama para a TV, Charles II: the Pride and the Passion, foi indicado a cinco prêmios BAFTA - dos quais ganhou o de Melhor Série Dramática e Melhor Figurino - além de receber o prêmio da Royal Television Society de Melhor Série Dramática.

Keira Knightly chamou atenção internacional no sucesso independente Bend It Like Beckham e, desde então, estrelou produções como Piratas do Caribe, Simplesmente Amor e King Arthur. Matthew Macfadyen estrelou recentemente In My Father's Den e, na televisão, o drama premiado de Steven Poliakoff, Perfect Strangers, e o drama de espionagem Spooks.

O elenco coadjuvante conta com atores não menos estelares. Judi Dench foi indicada ao Oscar® quatro vezes (Mrs. Brown, Shakespeare Apaixonado, Iris, Chocolate) e ganhou a estatueta por seu papel coadjuvante no premiadíssimo Shakespeare Apaixonado. Ela é conhecida pelo papel de M, a inspetora das três últimas aventuras cinematográficas de James Bond. Brenda Blethyn foi indicada duas vezes ao Oscar® por seus papéis em Laura, a Voz de uma Estrela e Segredos e Mentiras, e ganhou um BAFTA pelo último. Donald Sutherland é veterano das telas com papéis que vão de Mash, de Robert Altman, a Don't Look Now, de Nic Roeg, e ao recente Cold Mountain, dirigido por Anthony Minghella.

Rosamund Pike fez a sua estréia internacional no cinema em 007 - Um Novo Dia para Morrer, que lhe deu o prêmio Empire de Melhor Novata. Jena Malone estrelou o sucesso cult Donnie Darko e, recentemente, Cold Mountain. Os créditos recentes de Tom Hollander incluem Assassinato em Gosford Park e Enigma.

Fundada em 1983, a Working Title Films é dirigida por Tim Bevan e Eric Fellner desde 1992. A dupla já produziu mais de 65 filmes, que renderam mais de US$ 2,5 bilhões no mundo todo. Seus filmes ainda receberam quatro Oscar®, 17 BAFTA e prêmios de prestígio nos festivais de Cannes e Berlim, entre diversas outras homenagens, incluindo um total de 26 indicações ao Oscar® e outras 41 ao BAFTA. A Working Title foi homenageada, recentemente, com o prêmio Michael Balcon de Outstanding British Contribution to Cinema durante o Orange British Academy FilmAwards deste ano.

A Working Title é a produtora mais prolífica da Europa e também a principal produtora de filmes em língua inglesa fora dos Estados Unidos. É dela a produção de filmes que desafiaram fronteiras, entre eles sucessos comerciais e de crítica como Um Grande Garoto; Um Lugar Chamado Notting Hill; Elizabeth; Fargo; Os Últimos Passos de um Homem; Bean; Alta Fidelidade; Billy Elliot; Quatro Casamentos e um Funeral; O Diário de Bridget Jones; E Aí, Meu Irmão, Cadê Você?, Aos Treze; e o recente sucesso internacional Simplesmente Amor, entre outros. Seus próximos lançamentos incluem Wimbledon - O Jogo do Amor e Bridget Jones: No Limite da Razão.

Paul Webster retornou ao mundo da produção independente após cumprir a função de Chefe de Produção na Miramax Films, onde supervisionou filmes como o vencedor de vários Oscar O Paciente Inglês, Gênio Indomável e Shakespeare Apaixonado; e CEO da FilmFour, uma companhia da Channel Four com a função de financiar, produzir e distribuir filmes.