:: institucional           :: projetos           :: serviços           :: sala de imprensa          :: parcerias          :: loja          :: contato     

CANAIS WOOZ

artigos
agenda cultural
artes visuais
cultura
cinema
dança
entrevistas
fotografia
internet
literatura
música
teatro
terceiro setor



Fernando Fogliano
Roseli Pereira
Valmir Junior



clique aqui e faça um cadastro para receber informações Wooz
     CINEMA

Grande Prêmio TAM do Cinema Brasileiro


O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro é produzido pela Academia Brasileira de Cinema, uma associação sem fins lucrativos fundada em 20 de maio de 2002 com o objetivo de fomentar e promover o cinema brasileiro.

A Academia pretende realizá-lo anualmente, preferencialmente no primeiro semestre. Não há premiação em dinheiro. Os vencedores ganham um troféu assinado pelo arquiteto e escultor paulistano Felipe Tassara. A eleição é feita por voto direto em dois turnos. Todos os sócios da Academia votam nos dois turnos, que são apurados pela PricewaterhouseCoopers. Os melhores do ano são escolhidos através de eleição, com voto secreto, em dois turnos. Todos os 250 membros da Academia participam dos dois turnos. Estão habilitados a concorrer todos os filmes lançados comercialmente de 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano anterior, que confirmem sua participação através de envio de ficha de inscrição. Os cinco mais votados no primeiro turno concorrem ao segundo, em que é escolhido apenas um vencedor por categoria. Os curtas não integram a eleição direta de primeiro turno organizada pela Academia, pois os cinco finalistas de cada uma das três categorias são selecionados pela ABD (Documentário e Ficção) e ABCA (Animação). Assim, os sócios votam nos curtas somente no segundo turno. Em 2004 a Academia conquistou o patrocínio da TAM Linhas Aéreas e até 2007 o nome do prêmio agora é Grande Prêmio TAM do Cinema Brasileiro.

Nesta edição, os filmes com mais indicações são "Cazuza - O Tempo Não Pára" e "Narradores de Javé". A biografia de Sandra Werneck e Walter Carvalho e o longa de Eliane Caffé concorrem em 11 categorias cada um. Na categoria documentários, Eduardo Coutinho e João Moreira Salles concorrem ao prêmio de melhor diretor respectivamente por "Peões" e "Entreatos", duas visões sobre o presidente Lula.

O anúncio dos indicados para os melhores de 2004 foi feito na manhã de ontem e a festa de premiação será em 24 de maio, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. A atriz Dercy Gonçalves, 97, será a homenageada da cerimônia.


Academia Brasileira de Cinema
Rua João Borges, 83 F – Gávea
22451-100 Rio de Janeiro RJ
tel (21) 2294-1648 / 2274-1323
tel/fax (21) 2249-5000